sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Modos Gregos - Conceitos

       Os modos, como o próprio nome diz, são os diferentes modos de se tocar uma escala. Eles são relacionados a sonoridade pois cada modo tem a sua peculiaridade e nos causam sensações que podem ser muito bem exploradas em improvisos e em composições, com isso sendo muito usado por compositores e músicos no geral, mas é usado principalmente por guitarristas em seus improvisos.
       Cada modo grego pode ser pensado como a escala diatônica maior, começada a partir de suas outras notas. Os modos gregos são sete e seguem a sequência a seguir:
  1. Modo Jônio - começado da 1 ª nota da escala maior
  2. Modo Dórico - começado da 2 ª nota da escala maior (4 ª nota da escala menor natural) 
  3. Modo Frígio - começado da 3 ª nota da escala maior (5 ª nota da escala menor natural) 
  4. Modo Lídio - começado da 4 ª nota da escala maior
  5. Modo Mixolídio - começado da 5 ª nota da escala maior
  6. Modo Eólio - começado da 6 ª nota da escala maior (é a mesma escala menor natural)
  7. Modo Lócrio - começado da 7 ª nota da escala maior (2 ª nota da escala menor natural) 
       Os Modos Gregos são divididos em Maiores e Menores.

      Modos Gregos Maiores

      Modo Jônio - começado pela primeira nota da escala maior, possui uma sonoridade aberta e alegre. É a mesma escala maior e por isso possui os mesmos intervalos entre as notas, mas na hora de ser tocada é bom tomar alguns cuidados pois geralmente a 4J é uma nota evitada pois pode causar dissonâncias indesejadas, na próxima postagem sobre modos gregos você saberá o porquê.
      Sol Jônio:       Sol - Lá - Si - Dó - Ré - Mi - Fá# - Sol
                                 T     T     S      T     T      T       S
                            1J    2M  3M  4J    5J    6M    7M   8J

       Modo Lídio - começado pela quarta nota da escala maior, possui uma sonoridade muito tensa e parece triunfar sobre o resto da música pois parece confiante, sendo a 4A a nota que mais caracteriza esse modo. No exemplo a seguir a escala de Sol Lídio é a mesma escala de Ré Maior começada pela sua 4 ª nota, que no caso é a nota Sol. Perceba também que esse modo se parece muito com o Modo Jônio sendo a única diferença que no jônio há a 4J.
       Sol Lídio:      Sol - Lá - Si - Dó# - Ré - Mi - Fá# - Sol
                                 T     T     T        S     T      T       S
                            1J    2M  3M   4A    5J     6M   7M    8J     

       Modo Mixolídio - começado pela quinta nota da escala, possui uma sonoridade aberta, lembra o blues e a música nordestina e é parecido com o Modo Dórico que veremos mais a frente sendo que a diferença está na terça que é maior no Modo Mixolídio. Se parece muito também com o Modo Jônio, sendo a única diferença é que no jônio a 7 ª é maior, enquanto que no mixolídio a 7 ª é menor e esta caracteriza o modo.
       No exemplo a seguir, o Sol Mixolídio é a mesma escala de Dó Maior começada pela sua quinta nota.
       Sol Mixolídio:       Sol - Lá - Si - Dó - Ré - Mi - Fá - Sol
                                        T      T    S      T     T      S     T
                                    1J    2M  3M  4J    5J   6M   7m    8J

       Modos Gregos Menores

      Modo Dórico - como é um modo menor, vamos compara-lo também com a escala menor. O Modo Dórico é começado pela segunda nota da escala maior e a quarta nota da escala menor natural. Possui uma sonoridade fechada e nos causa sensação de ansiedade devido a sua 6M. Muito parecida com o Modo Mixolídio, sendo a única diferença na escala dórica a 3m.
      No exemplo a seguir o Sol Dórico é a mesma escala de Fá maior começada pela segunda nota, ou a escala de Ré menor começada pela quarta nota.
      Sol Dórico:       Sol - Lá - Sib - Dó - Ré - Mi - Fá - Sol
                                   T      S      T      T      T     S      T
                              1J     2M   3m   4J     5J    6M   7m   8J

       Modo Frígio - começado pela terceira nota da escala maior e pela quinta nota da escala menor natural. Possui uma sonoridade muito fechada, sombria e assustadora sendo a causadora disso a 2m que caracteriza bem essa escala.
       No exemplo a seguir o Lá Frígio é a mesma escala de Fá maior começada pela terceira nota, ou a  escala de Ré menor começada pela quinta nota.
       Lá Frígio:       Lá - Sib - Dó - Ré - Mi - Fá - Sol - Lá
                                 S      T      T      T      S     T      T
                             1J    2m   3m    4J     5J    6m   7m    8J

       Modo Eólio - começado pela sexta nota da escala maior e é a mesma escala menor natural. Possui uma sonoridade fechada mas bem limpa nos causando uma sensação de tristeza. A nota que caracteriza esse modo é uma 6m.
       No exemplo a seguir o Lá Eólio é a mesma escala de Lá menor natural e a escala de Dó Maior começada pela nota Lá.
       Lá Eólio:       Lá - Si - Dó - Ré - Mi - Fá - Sol - Lá
                                T    S      T     T      S     T       T
                           1J    2M  3m   4J    5J     6m   7m   8J

       Modo Lócrio - começado pela sétima nota da escala maior e também pela segunda nota da escala menor natural. Possui uma sonoridade bem psicodélica, muita tensa e suspensiva devido a 2m e a 5d, cuidado com 2m menor pois pode causar dissonâncias indesejadas.
       No exemplo a seguir a Lá Lócrio é a mesma escala de Sib Maior começado pela sétima nota e também a mesma escala de Sol menor começada pela segunda nota.
       Lá Lócrio:       Lá - Sib - Dó - Ré - Mib - Fá - Sol - Lá
                                  S       T      T     S        T     T      T
                             1J     2m   3m    4J     5d     6m    7m   8J


       É isso aí pessoal, espero que tenham entendido essa primeira parte sobre os conceitos de cada Modo Grego pretendo voltar em breve com uma postagem sobre a aplicabilidade dos modos gregos e talvez eu faça postagens de cada modo separadamente explicando-os mais detalhadamente.